Vale a pena salvar uma marca?

Muitas vezes, em busca de renovação para impulsionar o crescimento ou ainda retomar os negócios, empresas tradicionais tem a ideia de reinventar suas marcas. Pois o que parece ser menos trabalhoso que começar tudo de novo pode ser uma furada. No desespero, o instinto empreendedor manda fazer de tudo para não perder toda a identidade sem ao menos questionar se o investimento vale a pena.

 

Pensando nisso, a Fast Co Design  preparou um material com perguntas que empresários e gestores devem frazer para saber se as suas marcas devem ser totalmente desligadas, ou ainda podem buscar uma campanha de rebranding. Confira:

 

*Seu valor pode ser redefinido?
Uma forma de fazer o seu negócio crescer, é apostar na constante relevância da marca para mais pessoas, mas algumas propostas são mais facilmente redefinidas do que outras. Às vezes, uma proposta com objetivos claros pode realmente ser mais difícil de reposicionar e atualizar a imagem, em virtude do foco. Uma maneira de virar o jogo é abordar a marca focada em um benefício funcional redefinindo em torno de um benefício emocional.

 

Um exemplo é a Dove, que lançou em 2006 a “Campanha pela Real Beleza” , que trouxe a diferenciação de creme hidratante para atualizar a ideia de que a marca quer apoiar a beleza autêntica, apelando para uma maior faixa de mulheres em benefício emocional. Essa jogada de reposicionamento aumentou a venda dos produtos Dove em 700% no mundo todo.

 

Fabulosa Ideia fala a respeito de marcas e otimização de negócios

* A categoria do negócio está crescendo ou demonstra potencial para isso?
Muitas vezes as empresas passam por uma reinvenção a fim de dar passos a uma categoria que esteja em crescimento, o que não garante o sucesso. A marca já deve demonstrar que sabe entrar no jogo, baseado em suas competências ou ações existentes. Ter um produto e não querer divulgá-lo ou ainda, não ter o público alvo claro, pode arriscar a identidade e perder lucros que poderiam ser óbvios caso a proposta fosse clara.

 

* É tendência?
O investimento que é potencialmente necessário para mudar a percepção de uma marca forte pode não valer a pena. Para algumas empresas , é muitas vezes melhor adquirir ou criar uma nova marca para aproveitar a tendência.

 

*Sua receita é considerável?

Embora o desempenho passado não garanta o sucesso futuro, os números consideráveis de vendas podem sugerir uma paixão dos consumidores em relação aos produtos por sua tradição. Uma marca que demonstra a capacidade de gerar vendas fortes deve ser construída em um negócio mais robusto. Saiba aproveitar o que você sabe que vende, e segmente para diferentes mercados, tenha consistência:

 

 

E sobre as marcas que não preenchem nenhum destes critérios? A parte mais difícil de seguir qualquer estratégia de ‘desinvestimento’ de empresas é que uma vez esses produtos foram bem sucedidos e ainda podem ter consumidores fiéis, como o boom do Kit Kat para voltar ao Brasil, lembram? Em contrapartida, a Cherry Coke, bebida importada que veio para cá, saiu do mercado nacional.

 

Como estratégia de mercado, às vezes as marcas devem ser reinventadas, sim, mas nem todas valem a pena a viagem. Tome a decisão certa para o seu negócio, mesmo que isso signifique encerrá-lo para começar um novo ciclo!

Posts relacionados:



Deixe uma resposta