12 dicas para usar o Pinterest a favor da sua marca

Já comentamos aqui e aqui que o compartilhamento móvel de fotos é uma das tendências de mídias sociais que mais cresce nos últimos anos.

 

O Pinterest, por exemplo, é a rede social de crescimento mais rápido, e durante os últimos meses vem gerando mais tráfego do que o Twitter, o LinkedIn e o Google+.

E para ajudá-lo a determinar se o Pinterest é ou não adequado à sua empresa, a CIO.com entrevistou diversos profissionais e reuniu algumas formas de tornar a sua empresa interessante na rede. Confira as dicas abaixo:

 

1. Decida se o Pinterest combina com a sua marca: a sua marca é visual? O Pinterest é baseado em coisas bonitas. Se você não possui um produto visualmente atraente, terá dificuldades e poderá ter problemas para ganhar força.

 

2. Seja postado: adicione um botão “Pin it” às páginas dos produtos para que visitantes e clientes possam postá-los no Pinterest. Implemente também um botão “Seguir no Pinterest” em seu website, juntamente com os botões do Facebook, Twitter e Google+. E finalmente, instale um botão “Pin it” na barra de ferramentas de seu navegador (ou no navegador dos funcionários que estarão encarregadas do Pinterest) para poder postar imagens com facilidade.

3. Saiba o que os seus clientes procuram: poste muitas imagens que combinem com o estilo de vida que seus clientes procuram e não apenas os seus próprios produtos/imagens. Isso mostra aos clientes que você os compreende.

 

4. Conte uma história: cada mural deve ter um tema e contar uma história sobre o espírito e a personalidade dos seus produtos. Os murais não devem tratar apenas dos seus produtos, pois nesse caso serão apenas anúncios publicidade, e isso desencorajará os consumidores.

 

5. Crie conteúdo exclusivo para o Pinterest: o público deve ter um motivo para segui-lo em um novo canal. Ninguém vai querer segui-lo no Pinterest se puder ver as mesmas coisas no Facebook, por exemplo.

 

6. Atente para publicação de imagens interessantes: imagens bem iluminadas e com composições interessantes capturam a atenção de quem as vê. Assim, opte por uma composição vertical, já que o layout de navegação atual do Pinterest favorece as imagens verticais.

7. Não se esqueça de incluir sua URL: inclua também o nome e os preços dos itens na descrição, assim como algumas palavras-chave, pois isso ajuda em termos de SEO, e facilita a vida de quem já está pronto para fazer a compra. Mas lembre-se: ao vender um produto no Pinterest, você deve ser sutil, pois os usuários têm aversão à publicidade óbvia demais.

 

8. Seja um bom membro da comunidade Pinterest: siga, curta e poste imagens de outros usuários. Como qualquer outra rede social, a sua conta do Pinterest depende do envolvimento contínuo para crescer e prosperar, por isso é importante seguir os seus clientes e os clientes potenciais, além de curtir e postar as imagens que combinam com a sua marca e a sua imagem. O Pinterest não deve ser usado simplesmente como uma ferramenta de marketing onde o vendedor posta os seus itens e vai embora.

 

9. Envolva seus funcionários: faça com que eles tenham contas do Pinterest e participem ativamente da comunidade.

 

10. Planeje a publicação de suas postagens para os horários em que seus clientes estarão online: geralmente isso ocorre durante o horário de almoço, ao fim do dia de trabalho, e antes de dormir.

 

11. Compartilhe dados: embora todos estejam falando sobre o Pinterest para o varejo e a moda, o site é um ótimo lugar para compartilhar dados em forma de gráficos e infográficos.

12. Descubra quem está postando as suas imagens, e o que a concorrência e seus clientes estão postando: para descobrir quem está postando as imagens de quem, simplesmente digite “http://pinterest.com/source/WEBSITEURL/” (substituindo “WEBSITEURL” pela URL do site que deseja investigar) em seu navegador.

 

Posts relacionados:

>>> Como as marcas são expostas nas redes sociais

>>> Redes sociais e clientes: como o mercado reage ao seu negócio

>>> Redes sociais: sua bio define você?

Posts relacionados:



Deixe uma resposta