Aplicativos e sites para achar (ou despachar) a cara metade

Enquanto muitos ainda acreditam que o uso da internet e de smartphones faz com que as pessoas mergulhem em uma ilha de isolamento, a gente aproveita o Dia dos Namorados para provar que, mais do que nunca, a tecnologia está aí para ajudar você nas suas relações.

 

O mercado de sites de relacionamentos está cada vez maior, e um bom exemplo disso é o nascimento de várias redes sociais nesse nicho, e existe até mesmo uma que incentiva as pessoas a pularem a cerca.

 

O Zin.gl, por exemplo, se denomina como a ferramenta perfeita para encontrar a sua cara metade. Ao contrário dos outros sites de relacionamentos, ele visa a qualidade e não quantidade de usuários.

 

É possível fazer integração com outras redes sociais como Facebook, LinkedIn, Twitter e Foursquare, com a intenção de informar os usuários todos os detalhes sobre um possível parceiro ou parceira.

 

Um pouco mais complexo, o eHarmony chegou ao Brasil há dois anos e é conhecido por ser responsável por cerca de 4,8% dos casamentos nos Estados Unidos.

O mais curioso é que a plataforma aponta cinco regras para encontrar seu amor na internet: saiba o que está procurando, seja honesto, saiba quem você é e o que busca, capriche na hora de preencher o perfil e preste atenção na gramática.

 

E se você já achou a sua cara metade, mas ando um pouco, digamos, desconfiado, basta ter um smartphone, seja um Android ou iPhone, para acabar com seus problemas.

 

O GPS Tracker Pro, por exemplo, é um aplicativo que foca apenas na geolocalização de um aparelho. Com ele, você pode ter atualizações a cada cinco segundos sobre o lugar em que uma pessoa está, conferindo no mapa cada passo dado.

O app é bastante prático para quem quer monitorar um telefone com Android usando outro gadget, também com Android.

 

Já o iTrust é um aplicativo que faz exatamente o caminho inverso: se você acha que alguém está desconfiando de você e abre mensagens ou emails em seu iPhone quando você não está por perto, ele é o app perfeito para denunciar o bisbilhoteiro.

O iTrust vai monitorar as tentativas de qualquer pessoa sempre que você deixar seu smartphone sozinho com o sistema aberto.

 

Mas se depois de reunir todas as informações que você queria, ainda restar dúvida sobre seguir ou não na relação, o Should I break up with my boyfriend? pode ajudar.

 

O app, disponível para iPhone, funciona como uma espécie de terapeuta por duas semanas. O programa tem três funções principais: rastreamento de sentimentos, conselhos personalizados e estatísticas.

 

De acordo com as suas respostas, ele oferece possíveis soluções para os seus problemas. Tudo isso fica armazenado na aba de estatísticas, na qual é possível analisar como anda o seu romance.

 

Você tem acesso ao seu pensamento diário sobre este relacionamento e, caso você tenha um ex-namorado, pode compará-lo com o atual.

 

E se tudo acabou e o sofrimento está insuportável, duas ferramentas vão socorrê-lo:

 

O Guaraná Antartica aproveitou o dia dos namorados e lançou um aplicativo para que você não ligue para seu ex, sabe como é né, no dia de hoje é grande o perigo de ter uma recaída ao ver sua timeline lotada de corações.

 

 

E por falar em timeline, os programadores desse mundo também lembram de você nesse momento tão difícil!

 

O Block Your Ex é um plugin para Firefox e Chrome que analisa todos os sites que você visitar, inclusive redes sociais e afins, e se por acaso o nome da sua ex-cara-metade for aparecer, o programa esconde! Tudo será ocultado para não magoar o seu pobre coração!

 

E se você se interessou pelas últimas ferramentas desse post, que tal dar uma chance a mais pra tecnologia e testar as dicas lá do início?

 

Posts relacionados:

>>> A campanha da Pringles e o risco dos memes

>>> Fanpage da Ruffles sofre ação de hackers: atenção na segurança

>>> Como as marcas são expostas nas redes sociais

Posts relacionados:



Deixe uma resposta