Conheça o Pheed: a rede social que une funções de Twitter e Facebook

A gente anda super ansioso por uma nova rede social que dê o que falar. Pois parece que há um fio de esperança surgindo por aí.

 

A nova rede social tão comentada é o Pheed. Por ser um pouco focada na relação artistas e fãs, ela se parece com o MySpace. Ao mesmo tempo, une características do Twitter e do Facebook. Aliás, a rede já foi até chamada de “novo Twitter”. Mas calma aí, vamos antes tentar entender um pouquinho melhor o funcionamento de tudo.

No Pheed, os usuários podem postar mensagens (até 420 caracteres), fotos, vídeos, arquivos de áudio e transmissões online para seus seguidores. Os vídeos podem ser tirados de outros sites, como o YouTube e Vimeo, ou podem ser enviados direto para o Pheed. A mesma coisa acontece com arquivos de áudio, você pode enviar uma música ou gravar uma mensagem de voz.

As fotos ficam mais organizadas do que no Twitter, porque é possível criar álbuns para elas (como no Facebook). E as postagens de todos que você segue também ficam mais organizadas por categorias. E você pode fazer parte da rede usando sua conta do Twitter ou Facebook para se cadastrar.

 

A grande diferença do Pheed para outros serviços é a possibilidade dos usuários cobrarem pelo seu conteúdo. É possível definir a sua conta como “premium” e, assim, usuários pagam taxas que variam de US$ 1,99 (diárias) a US$ 34,99 (mensais) pelo acesso ao conteúdo premium. O modelo econômico do site funciona na base do 50-50: O artista divide os ganhos com a rede social.

 

Por enquanto, o serviço só é acessível via web. Um app para iOS está previsto para sair nas próximas semanas, assim como um para Android.

 

O que surpreende é que, mesmo sem aplicativos para smartphones, o site já conta com com mais de um milhão de inscritos desde o seu lançamento. Além disso, já seduziu diversas personalidades em alguns dias, entre elas Miley Cyrus, David Guetta, Paris Hilton e Chris Brown.

 

Com uma proposta de conteúdo mais qualitativo, resta aguardar se o Pheed terá poderes de substituir o Twitter em um momento no qual a rede social enfrenta dificuldades para tornar seus bilhões de tweets mais atrativos.

 

Posts relacionados:

>>> Branch e Medium: as duas novas redes sociais dos criadores do Twitter

>>> Redes Sociais segmentadas: você já experimentou?

>>> O que faz o brasileiro nas redes sociais?

Posts relacionados:

  • Não há posts relacionados


Deixe uma resposta