Mídias sociais: sua empresa é conservadora ou bem humorada?

Ao usar as mídias sociais – especialmente para fins comerciais – as pessoas têm uma tendência a “colocar suas calças conservadoras” e agir como robôs. Mas calma lá, só porque você representa uma empresa não significa que tenha que ser chato e sem vida.

 

Os consumidores, é lógico, sabem que as empresas não são sem rosto: os posts são feitos por pessoas reais com personalidades reais. Aliás, alguns dos mais populares perfis do Twitter e fanpages do Facebook são aquelas em que os posts carregam personalidade, humor e interesse.

 

E para usar o bom humor para alavancar a sua empresa nas mídias sociais, nada melhor do que as dicas do americano Jason Sadler do Iwearyourshirt.

 

 

Para quem não se lembra, o Iwearyourshirt é aquele projeto em que todos os dias, por valores que variam entre um e 365 dólares, Sadler dispõe-se a vestir uma t-shirt com publicidade, faz um vídeo, e lança nas redes.

 

Confira os passos para acertar na dose do humor:

 

1) Mexa-se: o raciocínio é simples. Quando você vai a uma festa é provável que não fique em um canto pensando o que fazer na próxima enquanto espera que as pessoas se aproximem e peçam para você falar mais. Então, pense nas mídias sociais como uma comemoração.

 

Você está lá para passear, apertar mãos, ouvir estranhos e realmente ser social. Essa é a ideia. Pare de tratar as redes como uma via de mão única, fale com as pessoas on-line como você faria na vida real. Converse sobre as coisas que o seu público quer falar, enfim, construa o relacionamento.

2) Não se preocupe com os críticos: em algumas conversas você não deve sequer mencionar o seu negócio, produto ou serviço. Lembre-se também que, assim como em uma festa, você pode encontrar pessoas que não gostam de você.

 

O bom é que na web tudo tem curta duração, de modo que a pessoa que está infeliz com você agora provavelmente já não se lembrará disso daqui a duas horas. De qualquer maneira, desenvolva uma pele mais grossa e não deixe que as críticas o inibam de desenvolver suas atividades online.

 

3) Seja humano: algumas empresas permitem que a pessoa que faz as postagens se identifique para o público. Quando se trata de contato direto via rede social com o cliente que adquire o serviço, a estratégia é válida. Cabe usar um “Olá, sou fulano de tal da empresa ‘X’ e estou resolvendo seu caso” ao invés de referir-se a si com o proverbial “nós” ou fingindo ser toda a empresa. As contas do Twitter da Delta AirLines e Zappos oferecem grandes exemplos quando se trata de serviço ao cliente.

4) Faça perguntas reais: Faça perguntas que você realmente quer ver respondidas e que também respondam a dúvidas de outras pessoas. É fácil dizer, “Quem quer experimentar o nosso produto XYZ novo?” Em vez disso, tente algo como “Qual foi a última coisa que você comprou online?” ou “Quem comprou qualquer coisa legal nos últimos dias?” Isso abre mais facilmente a porta para a conversa do que um post sobre a oferta do seu mais recente produto.

5) Coloque graça no conteúdo: não tenha medo de adicionar um pouco de humor para as suas atualizações, posts e vídeos. O humor é algo que nos conecta a todos, e a maior parte das pessoas gosta de coisas que as surpreendam. O mundo está cheio com tanto conteúdo, assim garantir um pouco de diversão pode ser o diferencial para construir a confiança com seu público.

Posts relacionados:

>>> Confira a apresentação da Fabulosa Ideia na PS Júnior da UFRGS

>>> Vídeos no Pinterest: sua marca muito além da imagem

>>> 12 dicas para usar o Pinterest a favor da sua marca

Posts relacionados:



Deixe uma resposta