Quem precisa de um site quando é possível ter uma fanpage?

O mercado parece que já percebeu a importância do Facebook no fortalecimento de suas marcas.

 

Ao menos é o que aponta uma pesquisa recente da Lab42 que revelou que 50% dos entrevistados acreditam que as fanpages são mais úteis do que os sites das marcas. 

Além disso, 82% acham que as fanpages são bons lugares para interagir com as marcas. Na opinião de 35% dos respondentes, as marcas foram mais atenciosas com eles no Facebook do que em outros lugares.

 

No entanto, de acordo com a pesquisa, as marcas devem ser criteriosas sobre suas mensagens, pois 48% dos entrevistados disseram que “descurtem” as fanpages que postam com muita freqüência.

Além de postar com muita freqüência, outras razões citadas para dar o “unlike” foram: “parei de gostar da marca” e “experiências ruins com a marca”.

 

Em relação à forma de interação, a pesquisa aponta três motivações principais: imprimir ou resgatar cupons de desconto, acompanhar posts e comentários, e aprender sobre novos produtos.

E claro, não é nenhum segredo que as pessoas gostam de poupar dinheiro, mas surpreende o fato de que 77% dos entrevistados terem dito que economizaram uma grana por curtirem marcas no Facebook.

 

A pesquisa é ainda mais específica: 66% economizaram US $ 20 ou mais nos últimos 12 meses, e 17% pouparam mais de US $ 100.

 

Ficou surpreso? Então talvez seja a hora de começar a curtir mais fanpages por aí!

 

Posts relacionados:

>>> Demografia social: idade e gênero dos usuários de 24 sites

>>> Cinco coisas que você não sabia que podia fazer no LinkedIn

>>> Desculpas furadas para não investir em mídia social

 

Posts relacionados:



Deixe uma resposta