Estudo aponta que lojas física e online precisam estar conectadas para fidelizar clientes

Uma nova pesquisa da divisão de consultoria da IBM com 26 mil consumidores do mundo todo, apresentada durante a convenção 2013 da National Retail Federation, revelou que os entrevistados estão diversificando a maneira como adquirem produtos, tornando-se cada vez mais abertos a comprar tanto pela internet como na loja física.

 

Embora mais de 80% tenham escolhido a loja para fazer sua última compra (exceto produtos de mercearia), apenas a metade está comprometida a voltar ao estabelecimento da próxima vez.

A pesquisa constatou ainda que os consumidores se encontram em um estado de transição. Segundo o estudo, 35% não têm certeza se farão a próxima compra em uma loja física ou pela internet e 9% estão prontos para realizar compras futuras online.

 

Das oito categorias de produtos estudadas, as duas mais populares escolhidas pelos consumidores para compra online são eletrônicos e artigos de luxo, como joias e roupas de grife.

 

Outro aspecto interessante é que quase metade das compras online nas categorias abordadas foi resultado de “showrooming”, uma tendência crescente na qual os consumidores avaliam os produtos na loja, mas realizam a compra pela internet.

Por fim, os especialistas da IBM concluíram que é importante que os varejistas desenvolvam experiências digitais e disponibilizem aos vendedores a tecnologia necessária para armazenar dados da compra e perfil do consumidor.  Já na internet, é preciso adaptar os websites para diferentes dispositivos, como tablets, smartphones, notebooks e desktops.

 

 

Posts relacionados:

>>> Os QR Codes estão de volta: agora vai?

>>> Marcas “ignoram” usuários no Twitter: 70% da questões não são respondidas

>>> Destaque no Super Bowl, Twitter é a rede social que mais cresce no mundo

Posts relacionados:



Deixe uma resposta